domingo, 6 de março de 2011

Oi !

Oi gente, tudo bom? Então aqui estou começando a primeira página do meu "diário". Nem sei se eu me apresentei a você, mas acho que não, então vamos lá!


Meu nome é Mariana, mas prefiro que me chamem de Mari, sou uma pessoas tranqüila e calma mas as vezes bem agitada. Gosto de ficar em casa deitada ou na net, ir ao shopping, sair com os amigos, coisas normais de uma jovem. 


Minha história com a dança começou muito cedo, mas isso é história de um outro capítulo. Amo dançar! É algo que me completa. Sou casada (4 meses fazem exatamente no dia de hoje, ebaaaaa !); Sou líder do ministério de Dança da minha igreja ao qual foi onde eu tenho crescido e aprendido muito com as meninas e com Deus.


Faço Ballet, estou na turma do 1º Médio em uma Escola de dança aqui do meu bairro e tem sido um grande sonho que o Senhor tem me ajudado a alcançar, faltam uns aninho pra terminar mas já me vejo lá na frente isso me ajuda a não desistir.


Então por hoje é isso gente....


Espero que você curtam bastante esse blog!

sexta-feira, 4 de março de 2011

Ensaios




Olá galera, tudo bem? Então ai vai uma dica para quem está iniciando um Ministério de Dança em sua igreja, quais as atitudes que temos que ter para fazer tudo dentro da vontade do Senhor.



  • Estabelecer um Horário para o Inicio do Ensaio: É de extrema importância estabelecer um horário para inicio do ensaio e respeita-lo também. Pois na casa do Senhor tudo é feito com ORDEM e decência. 
  • Momento de Oração: Esse momento é muito importante, pois é o momento onde estaremos colocando o Senhor em primeiro lugar em nosso ministério, pedindo graça, criatividade, buscando a face para que tudo ocorra da maneira Dele.
  • Aquecimento e Alongamento: O Corpo precisa estar preparado para o inicio da bateria de exercícios que serão realizados. O Aquecimento e o Alongamento é extremamente importante para evitar qualquer tipo de lesão ao corpo. 
  • Ensaio Técnico: O Ensaio é o momento onde colocamos em prática tudo aquilo que temos aprendido em relação a dança. Muitos levitas não tem condições de freqüentar uma aula de Dança, mas sempre tem um professor ou uma pessoas matriculada em uma aula disponível para dar tais ensinamentos. O Ensaio técnico deve ser ministrado sempre por essa pessoas onde estariam aprendendo técnicas de Ballet, jazz, contemporâneo, dança moderna, entre outros... Esse momento é importante para que todo o grupo cresça e faça com excelência.
  • Ensaio Coreografico: É o momento onde será ensaiada e limpa a coreografia a ser ministrada
  • Devocional: A palavra de Deus ela Liberta, alimente e salva. Assim precisamos desse elementos na nossa vida todos os dias e é preciso que Cresçamos na graça e no CONHECIMENTO. Pode ser que alguns dos integrantes não tenham o hábito de ler a palavra todos os dias, assim sendo um grande incentivo.
Extremamente importante:

  • Vestimentas: O ensaio exige roupas leves e confortáveis, roupas decentes que não limitem seus movimentos.
  • Postura:  Esteja sempre atento aos comando do seu líder, preste atenção em suas explicações e suas considerações, não fique brincando ou conversando em momentos importuno.

Você já dançou com Jesus?

Dançar com Jesus, não é tão simples assim ou pensam que estou em cima do altar, danço e pronto dancei com Jesus? Não, não é tão simples assim! Ser um integrante de um ministério de Dança não quer dizer que tenha dançado com Jesus.


É muito importante que você viva uma vida de adoração ao Senhor para que sua adoração seja sempre verdadeira e não simplesmente estou dançando pois todos estão me vendo neste momento. Você alguma vez já experimentou dançar sozinho com ele? Somente você e ele? Quantas vezes você dança somente para ele onde ninguém te veja? Sua adoração tem sido assim? 


Um dos significados da dança é a expressão de sentimentos através dos seus movimentos. O nosso corpo é templo do Espírito Santo sendo assim a nossa dança se torna uma oração, quando não temos palavras nos entramos no nosso quarto ou um local onde fiquemos a sós e pedimos ao Espírito Santo que fale por nós e ele te traz a memória sentimentos e palavras que gostaríamos de entregar ao Senhor e nos derramamos na presença  Dele.


Então simplesmente feche seu olho, peça ao Espírito Santo que te conduza que traga a sua memória passos que simbolizam movimentos (assim como na oração); e que você comece a dançar, dançar, dançar e se entregar na presença de Deus com sua dança, e Ele quem vai te levar, te conduzir. Com Ele não é preciso medo de errar um passo pré-estabelecido pois Ele é perfeito, em seu coração só terá paz.


Não espere para fazer isso amanhã. Comece a praticar a INTIMIDADE com DEUS pois ele quem te CONDUZIRÁ


Texto Adaptado

Saltos!!

Saltos... Um dos passos mais bonitos do ballet. Durante os saltos, a platéia tem a impressão de ver a bailarina criar asas e deslizar no ar sobre o palco. Porém, quando se é a bailarina em questão, a coisa não é tão mágica assim. Há várias coisas a serem observadas durante os saltos para que eles sejam executados com perfeição. Grand Jeté, Jeté Passe, Grand Pas de Chat, Saut D'ange... Qual a diferença entre eles?

Passo-a-passo para melhorar os saltos nas aulas e apresentações:
Passo 1: Se aquecer com cuidado é um fator chave para melhorar a altura e qualidade de seus saltos. Quando você está na aula de ballet, já concluiu os exercícios de barra e outras sequências que aquecem o corpo para as grandes sequências de salto, que normalmente são feitos no final da aula por requerirem muita energia e resistência. Estando na aula ou treinando por conta própria, certifique-se de que seus músculos estão aquecidos e alongados antes de praticar saltos, a fim de reduzir o risco de lesões.

Passo 2: Usar o plié é importante para conseguir altura em seus saltos. Seja dando alguns passos ou realizando outro movimento antes do salto, faça um plié profundo antes de começar a saltar. Dependendo do tipo de salto a ser executado, você terá de descobrir a melhor forma de utilizar o plié coordenado com os passos que você faz antes de executar o salto.

Passo 3: Alongue seus pés e estique seus joelhos ao máximo. Suas pernas, que trabalham ativamente durante o salto, possibilitam melhorar a altura e tornar o salto visualmente melhor.

Passo 4: Utilize o plié mais uma vez quando preparar para a aterrisagem. Bailarinos que descem de um salto com joelhos travados correm o risco de se lesionar. Acabe o salto no plié mais profundo que você puder e a combinação permitir.

Passo 5: Seus braços também são importantes para melhorar seus saltos. Eles devem estar firmes e alongados. Durante um salto, deixe todos os seus membros alongados o máximo possível. Fazendo isso, você vai aumentar a altura dos seus saltos e a distância que você consegue saltar.


Diferenças entre os saltos
Grand jetéÉ comumente utilizado se locomovendo para frente, e geralmente consiste numa abertura total das pernas no ar. A perna da frente arrasta esticada, ao invés de se realizar um developpé. A perna de trás segue fazendo a abertura no ar. Pode ser executado en avant (para frente), à la second (ao lado), en arrière (para trás), e en tournant (girando en dedans). O bailarino deve pensar em abrir ao máximo e com força as pernas, com o peso jogado para frente, dando a aparência de estar deslizando.

Jeté passe, Grand Pas de Chat ou Saut D'ange
Todos consistem no mesmo passo. São um salto similar ao grand jeté, porém, ao invés de levar a perna da frente já esticada, ela se abre à frente com um developpé. A perna de trás pode estar esticada ou em attitude.


terça-feira, 1 de março de 2011

Clique na imagem para ampliar
Lugar-de-Adoração
Vento
MaosFogoeoleoM

Características de um caráter forte







Caráter: Aquilo que você é quando ninguém esta te vendo. Reputação é o que as pessoas pensam de nós. Caráter é quem nos somos, Deus se importa , mais com isso, quem nós somos.
 
1. Coragem: Corajoso é aquele que mesmo com medo, prossegue em obediência a Deus.( II Tm 1.7). · Coragem para fazer a escolha certa · Coragem para vencer o pecado, o diabo arama mas a escolha é nossa. · Coragem para renunciar. · Coragem para mostrar quem realmente sou, como por exemplo o jejum e para mostrar o quanto preciso de Deus. · Coragem para obedecer. Abraão. · Coragem nos relacionamentos para se humilhar ( casamento, líderes etc..) · Crescemos em coragem quando enfrentamos nossos temores.
 
2. Disciplina: Disciplina envolve duas coisas: · Auto-gratificação adiada, adiar o meu prazer. · Decisão antecipada, decido disciplinar essa área em minha vida.
 
3. Visão: ( abordar a história de duas pessoas presas), Pessoas de visão vêem além daquilo que aparenta. Existem 3 tipos de visão: · Habilidade dada por Deus para possíveis soluções aos problemas diários da vida ( Lc 16.1-9) · Habilidade de enxergar além da aparência das pessoas, Jesus enxergou além ( Mt 16.18) · Habilidade de entender o que Deus quer fazer através de você. ( Moises)
 
4. Perseverança: É mais fácil desistir do que perseverar. Deus quer gerar em nós um caráter perseverante. Jesus perseverou até o fim ( Hebreus 12.2 )
 
5. Amor: vamos falar de 4 tipos de amor: · Terno: ( Ef.4.32) Perdoar uns aos outros, sentir a pessoa com o coração de Deus. · Firme: ( Mt 23.13-20) Falar a verdade sempre, Jesus agia sempre com a verdade. · Sacrificial: ( Lc 10.30-37) Não queremos esse amor ( Mt 19.27-28) · Radical: ( Mt 5.39-41 ) Um tapa é muito humilhante. · A verdadeira satisfação vem do sacrifício, não da autogratificação ( Mt 19.27-28)

Autor: Gisela M. Kohl Matos

Dança pelas Nações - Profetas da Dança

No início do ministério, participavamos de um congresso e jovens em nossa igreja, então resolvi reunir 13 adolescentes e preparar uma coreografia para ser apresentada na abertura deste congresso. É interessante que justamente a música que nós dançamos, seu titulo é "Adorai-o todos os povos", e o refrão dizia "Adorai-o todos os povos com danças e com louvor", eu não tinha a mínima idéia do quanto esta frase iria impactar a minha vida.

No congresso os jovens gostaram e foram impactados pela dança, nós não fizemos uma coreografia só com gestos nas mãos essa música tem um rítmo bem agitado então eram passos de jazz isso realmente impactou as pessoas. Na época eu não tinha nenhum conhecimento técnico na área de dança, mas Deus foi nos dando os passos. Também havia um trecho na música com solo instrumental, nesse momento de duas em duas meninas iam para frente e diziam: O nome de uma Nação, (ex.:França) adore o Senhor, não tínhamos a mínima idéia do que estávamos fazendo, mas creio que Deus já colocara em nossos corações o amor pelas Nações.
Gostaria que você observasse alguns detalhes dessa primeira coreografia, que somente após cinco anos eu consegui entender.
No inicio desta música as doze meninas ficavam ajoelhadas e eu entrava no meio delas e as levantava uma a uma e as convidando para adorar ao Senhor; o discernimento que Deus me dera foi que elas simbolizavam as nações adormecidas e que Ele me usava como um profeta para desperta-las. A blusa que fizemos para dançarmos tinha um globo terrestre com varias mãos simbolizando as nações adorando ao Senhor. Deus me falou que desde aquele momento algo estava sendo gerado em nossos corações, não sabíamos o que era e nem quando seria o tempo mas Deus no momento certo nos revelaria.
Depois desta época continuamos a nossa caminhada, então varias pessoas passaram pelo ministério, muitas saíram, algumas ficaram e chegamos ao ponto de termos apenas duas componentes. Foi uma época muito difícil as pessoas não entendiam o ministério, criticavam as roupas, achavam desnecessário, e eu ao mesmo tempo não tinha respostas, para essas pessoas , eu pensei em desistir, entrei no gabinete do pastor e disse:
- Não agüento mais vou desistir a pressão é muito forte. Então o pastor me respondeu com a seguinte pergunta: - Você tem certeza que este ministério é de Deus? E eu respondi:
- Sim . Ele me disse:
- Eu também, então continue, mesmo que fique apenas você não deixe de ministrar, pois quando as pessoas virem o crescimento do ministério entenderão o propósito de Deus. Saí do gabinete do pastor disposta a continuar e buscar em Deus as resposta que eu precisava, continuamos a ensaiar entraram mais duas meninas no ministério, mas até este momento nos só dançávamos as músicas ensaiadas, até que num Domingo a noite, então foi ministrado uma música que nós nunca tínhamos ensaiado foi quando de repente eu ouvi o Espirito de Deus falar comigo:
- "Dance está musica" Pensei ser algo da minha própria imaginação, mas aquela voz insistia até que eu respondi : - Eu não ensaiei, como eu vou dançar. E nesse momento aquela voz falou fortemente:
- "DANCE" e eu fui e dancei como nunca havia dançado, vieram passos novos, havia uma força dentro de mim, que era como se meu coração fosse sair, e eu posso me lembrar de uma visitante que chorou ao ver aquilo que Deus havia feito através da dança. Nesse momento Deus liberou sobre minha vida as danças proféticas, e na realidade eu só fui entender o que realmente aconteceu dois anos mais tarde em Belo Horizonte no evento Som da Chuva 2, quando no meio do louvor eu tive uma visão de uma bailarina que dançava e todo seu corpo jorrava muita água. Conheci nesse mesmo evento algumas irmãs que ministravam dança e compartilhamos um pouco sobre as danças proféticas.
A partir desse momento o ministério começou a entrar no propósito escolhido por Deus, ministramos em varias cidades: seminários, oficinas de dança, comecei a me profissionalizar através de aulas de ballet clássico e em diversos cursos até que em 2002 iniciamos a escola de dança em Colatina e em cidades vizinhas com o objetivos de treinar ministérios. Hoje com a nossa mudança para Belo Horizonte/MG. Contamos com a Academia Profetas da Dança. A primeira academia Cristã nesta cidade.

Atualmente somos um grupo com ministros que atuam nas áreas de dança, louvor, teatro e ministração da palavra.

Liderança

Pr.Oziel de Matos e sua esposa Gisela M. K. Matos

Louvor

Pr.Oziel ( voz e violão) , Hebert ( baterista), Daniel ( guitarrista ), Jafer ( baixista ), Ricardo ( tecladista ).

Dança

Gisela Matos, Patricia, Carla, Leticia, Angelica, Rafael, Adla, Ana Paula, Jéssica.

Teatro

Letícia. ( Ensino e oficinas)


Trabalhamos estas três áreas de forma conjunta, a irmã Leticia do Teatro realmente tem nos acrescentado muito, nos seminários podemos trabalhar essas áreas fornecendo oficinas para capacitar cada vez mais as equipes.

Vivian Lazzerini

Iniciou seus estudos aos 7 anos na Escola de Ballet do Teatro Municipal de São Paulo, onde concluiu aos 14 anos.


*  Cursou Ballet Moderno, Contemporâneo e Jazz, durante o período de 6 anos em São Paulo, Campinas e Piracicaba.

*  Cursou Jazz no The American Ballet Center, The Office School Of The Joffrey Ballet, através da Academia de Ballet Iris Ast, em Nova York.
*  Cursou Ballet na U.N.I.C. Cultural Affair de Nova York, através do Centro Internacional de Intercâmbio Cultural do Rio de Janeiro.
*  Fez parte do Grupo de Dança, da Academia Joyce Ballet durante 4 anos em São Paulo.
*  Fez parte do Grupo de Dança da Steps Espaço de Dança durante 3anos em São Paulo.
*  Participou do 6º, 7º, 8º ENDA, Encontro Nacional De Dança, Promovido pela Associação Paulista dos Profissionais De Dança em São Paulo.
*  Participou durante 5 anos do Festival Sesc de Ginástica e Dança em Piracicaba, São Paulo, Araras e Outros.
*  Participou como Assistente de coreografia do 53º Jogos Abertos do Interior de São Paulo.
*  Ministra Aulas há 28 anos.
*  Vários Trabalhos como coreógrafa por todo estado de São Paulo.
*  Atuou em várias peças e musicais de dança: Chourus Line(Campinas), Jesus Cristo Superstar(Campinas), The Cats(Campinas), entre Outros.
*  Atuou como bailarina em vários estados do Brasil, com vários Espetáculos em Divertssement.
*  Teve um Ministério de Dança em Piracicaba de 2000 à 2004 e em 2005 mudou-se para São Paulo onde está com um Ministério de Dança que reune pessoas de várias congregações.
*  Realizou vários trabalhos coreográficos para Adoração e Louvor ao SENHOR para várias igrejas..
*  No ano de 2003, gravou um CD em pról do projeto Alcance (entidade para recuperação de dependentes quimicos).
*  Em 2005 lançou o primeiro DVD de dança cristã no Brasil.



Penché




Um inevitável movimento que vai acompanhar o arabesque é promenade. Isto é onde você irá realizar o seu arabesque, e irá transformar lentamente em uma vitrina viva. Este movimento será importante para o seu adágio, que é, de longe, um dos aspectos mais difíceis da técnica do balé. O arabesque também será usado em voltas mais rápidas, elevadas e  com saltos. Plié também será exigido na presente posição, esta tem uma grande dose de equilíbrio e forma. A forma do arabesque permanece o mesmo em plié. Não deve ficar descer o calcanhar, deve permanecer ao longo do demi ponta ou da ponta. O sólido da arabesque é algo que cada aluno deve esforçar-se em fazer perfeito. É um marco no progresso do aluno, quando este movimento é entendido e feito com perfeição.



penche_arabesque

Arabesque



O aluno tem de “sair” de si mesma, quando está em arabesque. A perna puxa para fora e longe, crescendo, o braço na direção oposta e atinge todo o corpo para cima. É uma crescente posição, não é uma posição estática. Arabesque é uma posição onde a perna de trás reúne em uma maravilhosa linha. Contribui para a parte inferior das costas para ser flexível, bem como os quadris. Ao iniciar o arabesque certifique-se de manter as pernas baixas; a forma precisa ser sólida para poder alongar o movimento e subir mais a perna! Fique de pé em frente a perna de apoio, puxe o peito até o pescoço deixe descansar confortavelmente em cima dos ombros. Mantenha os ombros para baixo, não deixe que a tensão como conta nesta área. Isto acontece com um monte de bailarinos e obtêm um acumular de tensão nos músculos à volta do pescoço e ombros. O pescoço deve ser longo e gracioso.
As posições dos braços variam de acordo com o arabesque. A quarta posição pode acompanhá-lo, mas muitas vezes um coreógrafo ou professor exigirá segunda ou quinta posição, ou o braço aberto na posse clássica. Quinta posição no arabesque é a mais difícil. Esta posição requer um perfeito posicionamento de corpo, e os braços serão uma ajuda para o seu equilíbrio. Esta é a razão pela qual corpo precisa estar em uma posição sólida, bem firme.
A linha a partir do braço, por meio do corpo, e as pernas, nunca deve quebrar. Isto é particularmente crucial no penché. Nunca quebrar costas. Um monte de bailarinos deixa o penché cair com as costas para frente, isto fará com que você saia do seu arabesque.

Piruettes









As piruetas são um passo que muitos acham difícil no início, mas quando conseguem, vão se acostumando, para fazer uma boa pirueta, segue o "roteiro":

Em tudo no Ballet, não só nas piruetas, precisamos ter um bom encaixe do quadril, é muito importante, pois se o quadril não estiver devidamente encaixado, na hora de girar, pode acontecer um tombo.

- Faça um ótimo Demi Plié antes, quanto mais você caprichar, mais giros você irá dar.

- O impulso é muito importante, ele irá ajudar bastante para que o giro fique perfeito.

- Abra bem o joelho quando estiver girando, e não relaxe muito os pés, assim o giro fica bem mais bonito.

- Marque um ponto com a cabeça, faça com que ela seja a primeira a chegar e a última a sair, assim a bailarina não fica tão tonta.

- Não relaxar muito os braços, eles também ajudam no impulso.

Esses são os pequenos passos básicos para uma boa pirueta.


Fouette

Ministério De Dança Apóstolos - Bruna Bantin - Sou Humano (Bruna Karla)

Festival Rhema - Cia. M'Kadesh - Come to Jesus

Vestes Ministériais

".. Segundo tudo o que Eu te mostrar para o modelo do tabernáculo e para modelo de todos os seus móveis assim mesmo o fareis. (Êxodo 25.9)

1. Puras (Eclesiastes 9.8) - Suas vestes devem ser alvas, ou seja, puras. A roupa de um ministro não pode ser sensual, principalmente as irmãs; cuidado com os decotes, transparências, marcas (roupas justas, além de marcarem o corpo, impedem os movimentos). Façam roupas decentes, mas não só na hora de ministrar, suas vestes devem ser puras principalmente quando você não está ministrando. As pessoas observam seu testemunho, e Deus se entristece quando você age de uma forma na igreja e de outra fora da igreja, como se Deus não estivesse vendo você em todos os momentos e isso é um erro grave nas equipes, que precisamos estar concertando.



2. Essas vestes não são suas, são de Deus e para Deus (Lev. 16.4). Podemos observar nesse texto que as vestes dos sacerdotes eram algo sagrado mesmo, usadas em momentos específicos, no caso citado acima era uma ocasião extremamente importante, o Dia da Expiação, o dia mais santo no calendário do antigo testamento. E o Dia da expiação começava com o sacerdote se banhando e se vestindo.Sabe, quando você entender que tudo o que você tem é de Deus, e você é apenas um mordomo, você não terá nenhum problema em semear, em seguir as direções que Deus vai te dar, muitas pessoas pagam por suas roupas nos ministérios, e depois se acham donas delas, eu ofertei, eu controlo! Ungem a roupa, consagram a Deus, mas percebo que em alguns é tudo da boca para fora, no momento em que o líder tem uma direção para que outro da mesma equipe use a roupa, ou até mesmo de outra equipe, a pessoa logo se manifesta dizendo: “Eu que paguei essa roupa, ninguém toca”.
Em nosso ministério, e na maioria dos ministérios das igrejas, as próprias pessoas confeccionam suas roupas, e sei que não é fácil nem barato, mas sempre, desde o começo aprendemos o principio de ofertar, de entender que essa veste acima de tudo é para adorar o Senhor! Não para que as pessoas vejam algo em nós, mas que a presença de Deus seja manifesta!

3. Deus quer te vestir com vestes de louvor. (Salmos 30.11) Deus quer vestir o nosso coração com vestes de louvor. Por mais bonitas que sejam as suas vestes, se o seu coração estiver triste, com rancor, amargura, não vai fluir; as vestes só complementam aquilo que está fluindo de dentro de você, e uma roupa bonita não vai conseguir esconder as suas iniqüidades.

E quando nós recebemos de Deus as vestes de louvor, mesmo quando estamos passando por alguma situação difícil, podemos dançar em Sua presença, pois confiamos que Deus é quem nos dá a vitória.

4. As vestes falam de nossa identidade ministerial: (Êxodo 29.5) Outro ponto importante que as pessoas sempre nos perguntam é: Como é o processo de confecção das vestes, a criação, quem desenha borda...Bem não há segredo, nem uma fórmula, o que sempre falo é que você deve abrir seu coração, peça a Deus e com certeza Ele vai te mostrar vestes maravilhosas também.
· Muitas pessoas falam comigo, que querem, mas na verdade muitas vezes sinto que as pessoas querem algo pronto, não querem pagar um preço, e preferem realmente ficar pesquisando o que as outras pessoas estão fazendo, modificam um pouco, e já ficam satisfeitas, e isso bloqueia as coisas que Deus quer liberar para você, lógico que podemos sim aproveitar uma idéia, mas sempre buscando em Deus o que Ele deseja para nós, no caso de nosso ministério, temos nos vestido das nações, sabe quando Deus nos mostrava as vestes no início, eu ficava assustada tinha hora, porque realmente era bem diferente das coisas que já tinha visto, mas como temos testemunhos que nossas vestes impactavam as pessoas, é um desafio mesmo seguir a vontade de Deus, mas quero te encorajar, a ser fiel naquilo que Deus tem falado ao seu ministério! Temos outras vestes que falam sobre santidade, pureza, justiça, fogo etc... tudo direcionado por Deus, nos menores detalhes que você imaginar, Deus tem compartilhado conosco.

5. E a questão financeira, como fica? Gostaria que em primeiro lugar você avaliasse como estão sendo as suas ofertas, você quer o melhor, então dê o seu melhor, queremos que as pessoas sejam tocadas para ofertarem em nosso ministério, mas muitas vezes nós mesmos não ofertamos, “Se você não acredita em seu ministério, e não investe nele, como você quer que os outros acreditem e invistam nele?”.
· Outro ponto importante é, não oferte nada se você quer ter o controle sobre o que ofertou, bem eu ofertei ao ministério então deve ser feito da forma que eu quero,não faça isso, precisamos entender que é um privilégio ofertar na casa de Deus, não um peso, não faça por obrigação e sim por amor.



Eu me lembro de quando eu estava ministrando no congresso “Nas Alturas”, Deus me direcionou a usar uma roupa como de princesa, e eu na época não tinha roupas assim, então procurei, uma pessoa que havia conhecido pelo telefone a uma semana antes, ela ainda não me conhecia pessoalmente, mas quando eu expliquei, ela me disse que Deus testificou em seu coração, então ela e a outra líder de sua equipe me levaram para a casa dela, abriram o guarda-roupa onde estavam os seus vestidos e me disseram: “Escolha o que você quiser!” Eu fiquei assustada, porque um vestido era mais bonito do que o outro, mas o que realmente me impressionou é que elas me ofereceram o que tinham de melhor, e ainda me maquiaram, me pentearam, colocaram em minha cabeça uma tiara linda, e depois eu descobri que elas nunca haviam emprestado nenhuma veste para ninguém, e só me emprestaram porque Deus realmente testificou em seus corações. E depois disso nos tornamos grandes amigas. Tenho muito a agradecer, pois Deus as usou para me ensinar muitas coisas, ministraram sobre minha vida que Deus iria abrir as portas, e profetizaram outras coisas que realmente aconteceram, me levaram em seus ensaios, e deram para mim o que elas tinham de melhor, e eu agradeço a Deus o dia em que Ele as colocou em meu caminho. E eu vejo como Deus honra aquele ministério, como supre todas as suas necessidades. Que tal fazer isso em seu mistério, marque um dia, para que todos tragam algo para semear uns nas vidas dos outros, e você verá como Deus vai tratar com cada um deles.
Todos os recursos financeiros estão liberados para você cumprir a vontade de Deus, desde a eternidade!

Mais alguns textos sobre vestes:
Êxodo 28.3 – Vestes sagradas para glória e ornamento.
Êxodo 28.4_ A riqueza de detalhes.
Êxodos 40.13 _ Eram sagrados e separados para algo específico




Autora: Gisela Matos - PROFETAS DA DANÇA

Hora da Verdade

http://jairlima.blogspot.com

Probleminhas com horário?

Problemas com o Horário

Romanos 12.9

Ministério?

humor-gospelministerios03



"Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina."  (2 Timóteo 4:2)

Dança uma atitude de Louvor

Break Dancer on Pier Fotografia livre de royalty
Nos dias de hoje temos muitos conceitos sobre dança, sendo em sua maioria o de que ela induz a expressões carnais, o que não é verdade quando há uma atitude pura, feita no espírito diante do Senhor.
 
A dança é o reflexo de sentimentos contidos em nosso ser e acontece em várias ocasiões:
 
Quando Davi foi ungido por Samuel (I Sam 16:13), o Espírito do Senhor se apossou dele e desde aquele dia foi cheio do Espírito.
Em II Samuel 6: 12 - 16, Davi extravasa toda sua alegria dançando diante do Senhor por estar transportando a Arca para Jerusalém, que representava a presença de Deus no meio deles.
"Então disseram a Davi: O Senhor abençoou a casa de Obede-Edom, e tudo o que tem, por causa da arca de Deus. Assim foi Davi, com alegria. Quando os que levavam a arca do Senhor tinham dado seis passos ele sacrificava bois e carneiros cevados. Davi dançava com todas as suas forças diante do Senhor, e estava Davi cingido de uma estola sacerdotal de linho. Assim Davi e toda a casa de Israel subiam, trazendo a arca do Senhor com júbilo e ao som de trombetas.
Quando a arca do Senhor entrava na cidade de Davi, Mical, a filha de Saul, estava olhando pela janela. E vendo ao rei Davi, que ia saltando e dançando diante do Senhor, o desprezou no seu coração".
Vemos aqui o exemplo de um homem segundo o coração de Deus, cheio do poder e do Espírito, expressando toda sua alegria dançando na presença do Senhor.
 
Em Êxodo 15:20 e 21, vemos Miriã, uma profetisa com muitas mulheres saírem com tamborins e com danças cantando ao Senhor pela vitória de Israel, pelo povo que saíra ileso do Egito, terra onde eram escravos.
Miriã, a profetisa (os profetas eram pessoas cheias do Espírito de Deus) dançou pela vitória do seu povo.
"Então Miriã, a profetisa, irmã de Arão, tomou um tamborim, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamborins e com danças. E Miriã lhes respondia: Cantai ao Senhor, pois sumamente se exaltou, lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro".
As mulheres hebraicas exprimiam por meio da dança os seus sentimentos; quando seus maridos ou pessoas amigas voltavam a suas casas, vindo do combate pela vida e pela pátria, saíam elas ao seu encontro com danças de triunfo.
 
Nos nossos dias não deve ser diferente. Podemos e devemos também ser cheios do Espírito Santo de Deus e dançar diante d'Ele, extravasando a nossa alegria, saltando, dançando diante do Senhor pela vitória de Jesus na cruz derrotando todo principado, potestade e dominadores deste século que eram contra nós ( Col. 2:15), nos libertando do mundo e nos transportando para um reino de luz, purificando nossa consciência pelo sangue do Cordeiro e nos dando a esperança da vida eterna.
 
As danças não param por aí. Em I Samuel 18:6 e 7, temos outro exemplo:
"Quando os soldados retornavam para casa, depois de Davi ter ferido o filisteu, as mulheres de todas as cidades de Israel saíram ao encontro do rei Saul, cantando e dançando alegremente, com tambores e com instrumentos de música. As mulheres, dançando, cantavam umas para as outras, dizendo: Saul feriu os seus milhares, porém Davi os seus dez milhares".
Jesus citou em uma parábola a dança como louvor e ações de graças por um filho que se havia perdido e foi achado (Lucas 15:25 - parábola do filho pródigo).
 
Existe uma razão específica do povo de Deus em dançar: a de que Ele se alegra com isto. Deus se alegra de que seus filhos dancem na sua presença, pois Ele próprio promete restaurar as danças de seu povo:
"Naquele tempo, diz o Senhor, serei o Deus de todas as tribos de Israel, e elas serão o meu povo... o povo que escapou da espada achou graça no deserto... com amor eterno te amei, também com amorável benignidade te atraí... ainda te edificarei e serás edificada, ó virgem de Israel. Ainda serás adornada com os teus adufes, e sairás com coro de dança, e também os jovens e os velhos, e tornareis o seu pranto em júbilo e os consolarei; transformarei em regozijo a sua tristeza". (Jeremias 31: 1-4, 13)
 
Se você nunca expressou-se a Deus dançando, eu o convidaria a fazê-lo conforme as escrituras nos convidam:
Salmo 149:3 - "Louvem o seu nome com danças; cantem-lhe o seu louvor com tamborim e com harpa".
 
Certamente quando você o adorar com sua dança, o próprio Deus te encherá com alegria, com cânticos, com toda sorte de bênçãos e te mostrará a vitória.

Experimente dançar na presença de Deus

Cinco passos para fazer um Grand Écart


  Passo 1

Comece pelo rebaixamento em uma perna.
• Certifique se os joelhos estão na posição certa.
• O quadril deve estar retinho, sem desencaixar.
• Mantenha os ombros de frente e para cima, com as mãos no chão para o equilíbrio.
• Delicadamente estique seu corpo para a frente, sentindo um alongamento agradável.
• Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos, sem sair.
Para aprender a fazer uma abertura frontal.

foto-abertura-1



Passo 2

• Com a perna da frente em linha reta, deixa o corpo cair com o peso por cima dela.
• Mantenha os dedos apontados para frente, para trás os do pé no chão.
• Use as mãos para apoiar.
• Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos, sem sair.

foto-abertura-2

• Na posição indicada, empurre o peso para a perna para trás.




Passo 3

• Deite-se de costas, levantando uma perna para o ar.
• Segure a parte inferior elevada, com ambas as mãos.
• Mantendo sua perna ligeiramente flexionada, puxe a perna em direção a seu corpo.
• Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos.
foto-abertura-3



Passo 4

Use um amigo para fazer a sua única perna esticada, alongar mais.
• Deite-se de costas, levantando uma perna para o ar.
• Peça ajuda para a sua perna elevada alongar mais.
• Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos.



foto-abertura-4
Passo 5
• Sente-se em uma posição com as pernas abertas na lateral, estendendo as pernas, o máximo que você conseguir.
• Alcance em direção a sua perna direita com seu braço esquerdo, esticando o braço direito em direção a sua perna.
• Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos.
• Repita o procedimento para o lado esquerdo.
• Sem dobrar os joelhos, na mesma posição das pernas leve seu corpo na frente. Tente colocar seu corpo no chão, usando as mãos como apoio.
• Mantenha o alongamento por 20 a 30 segundos.


foto-abertura-6



Como esticar os pés corretamente e ter um belo colo de pé

    A maioria dos bailarinos profissionais têm pelo menos uma coisa em comum … os pés muito bem esticados. O segredo para um pé bonito encontra-se no dorso do pé, a parte superior do pé entre o tornozelo e o pé. Um belo pé tem um colo de pé exagerado … ele fica alto quando o pé está esticado.
Naturalmente, alguns bailarinos são abençoados com a capacidade de esticar os pés corretamente, sem muito esforço e ter um lindo colo de pé.
Bailarinas com os pés ou tornozelos mais finos parecem ter pés mais bonitos. Se você não é um dos poucos sortudos com os pés naturalmente belos, as seguintes dicas irá ajudá-los a aprender como esticar corretamente os seus dedos. Se você seguir os passos corretamente e frequentemente, você pode ter em breve um dos pés mais bonitos pontos da sua classe.
• Sente-se no chão com as pernas em en dehors na frente de você e seus joelhos esticados.
• Flexione os pés, puxando os dedos dos pés em direção ao corpo. Tente apontar os dedos dos pés para o teto. Não se preocupe se levantar os calcanhares do chão.

foto-1


Dobre os tornozelos
• Dobre os tornozelos em direção ao chão. Permitir que os calcanhares descansem no chão, puxando os dedos dos pés de volta para você. (Muitos professores de ballet chamam essa posição de “pés Alladin”, já que os pés são semelhantes aos de um gênio.) Dobre os tornozelos, na medida do possível, certificando-se de que seus pés não se curvem para dentro ou para fora.

foto-2

Estique os dedos dos pés em direção ao chão. Tente não apertar os dedos dos pés … ao invés disso, se esforce para torná-los uma extensão das curvas de seus pés. Esticá-los, tanto quanto possível, tornando as linhas mais longas possíveis. Segure esta posição por alguns segundos. Se você começar a sentir dores, relaxe seus pés e comece de novo.

Estique os dedos dos pés em direção ao chão. Tente não apertar os dedos dos pés … ao invés disso, se esforce para torná-los uma extensão das curvas de seus pés. Esticá-los, tanto quanto possível, tornando as linhas mais longas possíveis. Segure esta posição por alguns segundos. Se você começar a sentir dores, relaxe seus pés e comece de novo.

foto-31
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...